O Ciclame, uma das flores mais lindas do mundo!

Os Ciclames tem cores e flores com texturas suaves que requerm cuidados diferenciados aos da maioria das flores.
A flor dessa planta é perfeita para qualquer tipo de jardinagem. É conhecida como a bela do gelo, pois é nos meses mais frios do ano que ela se enche de flores, emprestando uma atmosfera colorida ao inverno cinzento. Os ciclames simbolizam o crescimento interior e sugerem o ciúme, a resignação e o adeus. (até as flores tem seus dois lados). Transmitem uma sensação de harmonia e imensidão. (texto adaptado)

Preçário

Os preços são os seguintes:

Ao Pé, para dispor ou colocar em vasos, a 0.20€ a unidade

À couvete, com mais ou menos 100 unidades, a 20€

Nota: Não efectuamos o seu transporte.


Contactos:

José Santos: 968.310.700
Mail: penhasantos@sapo.pt

Lurdes Pereira: 961.288.739
Mail: lurdescoutopereira@sapo.pt

A cor branca do Ciclame


O ciclame para além de ter uma flor lindíssima, a planta em si é muito resistente, principalmente ao frio, gelo e neve. Suporta o frio, mas o calor já não tanto, precisa de água para não se ressentir.

A cor branca, misturada com outras cores dão um toque de magnificiencia ao seu jardim.

O ciclame - Suas cores


Esta é uma das cores do ciclame, mas são muitas e de muitas formas, um ciclame, quando bem tratado esta planta cresce e enche um vaso, parecendo uma jarra com flores.

O paraiso dos Ciclames







Tudo começou com a compra de uns poucos exemplares, depois a paixão pela planta foi tão grande que nao demorou muito tempo a fazer uma estufa e cultivar alguns milhares, como a foto demonstra!

Histórial do CICLAME




Família: Primulaceae


Nome comum: Cíclame

Variedades: C. comum; o C. hederifolium; o C. repandum; o C. graecum; o C. cilicium; o C. mirabile; o C. intaminatum; o C. libanoticum; o C. pseudibericum; o C. purpurascens e C. persicum .


Descrição: O grupo das Primaveras é constituído por 15 variedades de plantas perenes, de folha caduca, provenientes de um tubérculo parecido com um bolbo. De entre elas, os Cíclames atingem 20 a 30 cm/s e possuem belas folhas de tom verde escuro em forma de coração, com traços finos de fios verde claro ou prateados. As flores, parecidas com uma borboleta pousada de asas juntas, podem ser simples ou duplas e sobressaem acima da folhagem em tons que vão do branco, ao vermelho, lilás, rosa, salmão ou que podem possuir mais do que uma cor. A primeira vaga de flores surge em geral de Setembro a Novembro, podendo repetir-se a floração ao longo do ano até ao fim do Verão.


Origem:Os Cíclames nascem espontaneamente nas regiões ocupadas pela Grécia e pela Síria, de onde são originários.


Cultura: Muitas pessoas pensam que é muito difícil cultivar Ciclames, mas quando se compreende o seu ciclo de desenvolvimento esse processo é simples. Se seguir estas regras verá como se torna fácil desfrutar desta bela planta durante anos a fio.- pode dar flor todo o ano, mas o ideal é conseguir que as plantas fiquem “dormentes” durante os meses de Verão para que dêem flores no Inverno e na Primavera seguintes.- gosta de ambientes frescos, idealmente de temperaturas que vão dos 15 aos 18º.C durante o dia e dos 12 aos 15º.C durante a noite, sobretudo se estiver dentro de casa, mas tolera climas onde a temperatura do ar pode chegar aos 5º.C ou mesmo menos.- enquanto tiver flores a planta deve ser colocada num local luminoso embora com luz indirecta.- necessita de rega regular mas não em demasia enquanto estiver a crescer activamente e a florescer. Coloque o vaso num prato cheio de gravilha húmida para proporcionar à planta a humidade extra de que necessita. Durante o período de floração, mantenha o solo sempre húmido, não permitindo nunca que seque.- quando regar, utilize sempre água tépida e nunca regue em excesso, permitindo apenas que a gravilha fique húmida e que a água evapore lentamente.- remova sempre as flores secas ou murchas, desde o ponto de origem da flor e durante todo o período da floração.- à medida que as flores desaparecem, corte as pontas à planta e fertilize com frequência de preferência com uma solução líquida, até que surjam folhas novas e flores.- quando as folhas começarem a secar, pare de fertilizar e reduza a quantidade de água gradualmente, permitindo que o tubérculo permaneça não activo durante algum tempo para poder descansar e reforçar-se - atenção, este aspecto é importante!- quando o solo estiver completamente seco e todas as folhas tiverem desaparecido, coloque o vaso num local fresco e protegido do sol, durante 6 a 12 semanas pelo menos.- retire o tubérculo do vaso e replante substituindo com terra nova, deixando o tubérculo semi enterrado em 1/3 ou mesmo pela metade.- quando deste tubérculo começarem a surgir novas folhas, recomece a rega e fertilize mensalmente até que as flores apareçam na forma de botão. A partir daqui recomeça-se o ciclo anual de desenvolvimento do Ciclame.


Luz: Gosta de luz indirecta, de sombra ou de sol parcial. Resulta bem quando colocado à sombra sob arbustos e à volta de árvores com copa frondosa.


Humidade: o Cíclame necessita de uma atmosfera fresca e húmida para se desenvolver de forma saudável, mas é essencial que o solo drene bem e que seja organicamente rico. Se a terra em que está plantado for muito pesada e pouco porosa, acrescente areia ou gravilha fina e junte material orgânico (folhas em decomposição) para ajudar a torná-lo mais adequado. Nos canteiros, junte uma misture de pedrisco ao solo para permitir o escoamento mais eficiente das águas de rega.


Resistência: Quando adquirir um Ciclame verifique se existem junto ao solo botões de flores, sinal de que a planta está em pleno processo de desenvolvimento. Os Ciclames adquiridos em viveiros e nas floristas são da família C. persicum. O C. coum é uma das espécies mais resistentes e produz flores brancas, cor de rosa ou vermelhas. O C. hederifolium é outra das espécies resistentes de Ciclame que no Verão ou no Outono produz flores brancas ou cor de rosa com um centro escuro.

Propagação: O Ciclame propaga-se por sementes a partir do fim do Verão, num meio húmido e muito orgânico, contendo folhas em decomposição, areia e húmus misturados. Um viveiro protegido ou um tabuleiro próprio para propagar permitirá obter melhores resultados. Como as sementes não germinam todas ao mesmo tempo, torna-se necessário repicá-las e replantá-las logo que as plantinhas tenham a estrutura suficientemente forte para poderem ser pegadas com os dedos com cuidado e mudadas de sítio. As plantas obtidas por meio de semente florescem no prazo de 15 meses (ou seja, mais de um ano depois, não desanime entretanto…) e devem manter-se num local fresco e com luz filtrada. Por volta do 14º. mês, ou seja um mês antes da floração, transplante para um vaso que coloca num local um pouco mais quente para ajudar o processo de floração.Aplicações:Adaptam-se muito bem em canteiros, bordejando caminhos ou ainda em vasos dentro de casa. Apesar de ser vendida principalmente como planta de interior, o Ciclame de florista pode também ser plantado no exterior onde chega a dar flor todo o ano, desde que a temperatura não desça abaixo dos - 6 graus centígrados.


Características: Pertencem ao grupo dos Cíclames perenes o C. coum; o C. hederifolium; o C. repandum; o C. graecum; o C. cilicium; o C. mirabile; o C. intaminatum; o C. libanoticum; o C. pseudibericum; o C. purpurascens. O C. persicum é anual.